sábado, 20 de março de 2010

Estranho

Penso como será o cheiro de teus cabelos
E teu coração a pulsar perto de mim
Num dia distante e outonal.
Minha falta ainda não sentida
E o pressentimento de sonhos não vividos.

Chamam pelo teu nome,
Aqueles deuses antigos,
Que apenas eu e você sabemos bem.

Flautas e estranhos caminhos...

Um comentário:

  1. Um chamado ao amor. E tenha certeza ele te chama tbem.
    Bjos achocolatados!

    ResponderExcluir